Search
Close this search box.

Iphac realiza última reunião do ano com agradecimentos e comemorações

Comemorar e agradecer. Essa foi a tônica da última reunião do Instituto Promover – Iphac do ano de 2022. Participaram colaboradores de todas as unidades de Goiânia (GO), Colatina, Vitória, Linhares (ES), Brasília (DF) e Porto Alegre (RS).

Com uma pauta especial, a reunião foi iniciada com os relatos das festas de confraternização em cada uma das unidades. As reuniões festivas contaram com cardápios e atrações culturais diferentes em cada região, como churrasco, caranguejo e petiscos. Muita música e trocas de presentes animaram as festas.

O presidente do Iphac, Valdinei Valério, lembrou que as confraternizações foram feitas de forma singela, mais com muito significado para cada um dos colaboradores que estão fazendo o Instituto crescer e assistir cada vez mais jovens e adolescentes.

O ponto alto da reunião foi a fala de Celso Grecco que relatou a famosa pergunta de um estudante à antropologa Margaret Mead. “Qual o primeiro sinal de civilização?”. Ele esperava que ela respondesse um pote de barro, para guardar alimentos ou outro artefato, uma pedra de amolar ou uma faca. Mas Grecco lembrou que ela respondeu “Um fêmur curado”

A história contada remonta a descoberta de um esqueleto que teve o fêmur fraturado e colado há 15 mil anos atrás.

O fêmur é o osso mais longo do corpo e essa pessoa teve de ficar imobilizada por no mínimo 6 semanas. “Esse fêmur curado significa que alguém cuidou desta pessoa neste período, para que ela não fosse devorada pelas feras. Esse alguém alimentou, deu água e acompanhou. Isso é considerado o primeiro sinal de civilização”, reiterou.

Grecco reforçou que essa é a missão dos seres humanos. Cuidar uns dos outros, no ambiente de trabalho e onde quer que esteja. Valdinei reiterou que essa é a missão do Iphac. “Somos uma organização social de assistência. Nossa essência é ajudar as pessoas a se desenvolverem mostrando caminhos e oportunidades”, relatou.

A empresa Infinit, que trabalha com saúde, também participou da reunião, que foi encerrada com uma oração e promessa de uma confraternização nacional de todas as unidades do Iphac em 2023.

Compartilhe esse post:

você pode gostar...